O que é a Stablecoins?

Temps de lecture : 2 minutes

As stablecoins, como o termo indica, são de facto criptomoedas estáveis, não expostas à flutuação de preços típica do mercado das criptomoedas. Mas o que as torna invulneráveis à volatilidade? Abaixo está um guia para as características e principais tipos de Stablecoin.

Stablecoin: o que é?

As Stablecoins são criptomoedas que, ao contrário da bitcoin e das suas rivais tão faladas, não sofrem de volatilidade. A razão é rápida: as Stablecoins estão indexadas a outro ativo financeiro.

Este é um ponto forte, uma vez que uma das críticas tradicionalmente apontadas à bitcoin e a outras altcoins é precisamente o facto de o seu preço ser instável, o que poderia comprometer a sua utilização como meio de pagamento.

Em suma, as Stablecoins conservam as componentes revolucionárias das criptomoedas, mas retiram-lhes os seus pontos fracos: estas moedas virtuais evoluem no quadro da descentralização que é cara às criptomoedas e aos seus investidores, mas garantem, ao mesmo tempo, o elevado grau de estabilidade que a Bitcoin, a Ethereum ou a Litecoin não podem oferecer.

Três tipos de Stablecoin

Em função do ativo financeiro a que estão ligadas, podemos distinguir três tipos de Stablecoin:

Stablecoins ligadas a moedas fiduciárias: algumas Stablecoins, para evitar os riscos de volatilidade, estão ligadas a moedas fiduciárias, como o dólar ou o euro, ou mesmo ao ouro. O processo consiste em depositar um montante de garantia – em euros, dólares ou libras esterlinas, consoante o ativo a que a Stablecoin está ligada – numa conta bancária.

Stablecoins ligados a outras criptomoedas: alguns investidores, no entanto, querem romper com a estrutura de pagamento tradicional e utilizar os activos criptográficos como garantia de estabilidade. Normalmente, essas Stablecoins são atreladas a diferentes criptomoedas para mitigar os riscos de volatilidade.

Stablecoin não apoiado por ativos: Existem também Stablecoins não apoiados por ativos. Também conhecidas como stablecoins fiat, estas criptomoedas funcionam como moedas fiat no sistema bancário tradicional: uma espécie de cripto-banco central regula a oferta e a procura de criptomoedas com base em regras codificadas num contrato inteligente.

Quais são as principais Stablecoins?

A Stablecoin mais conhecida – e mais utilizada – é a Tether, criada em 2015 com o nome de Realcoin. A Stablecoin, gerida por uma autoridade central, a Tether limited, está indexada ao dólar, ao euro ou ao yuan chinês.

Entretanto, a Stablecoin mais transaccionada do mundo é a TRUE USD, criada em 2018. Esta criptomoeda, indexada ao dólar, utiliza um token erc20 para ser armazenado numa carteira digital e baseia-se em contratos inteligentes para certificar a paridade entre as reservas e os tokens emitidos.

Há ainda a Staxos Standard, uma Stablecoin criada em 2018 e apoiada pelo departamento de serviços financeiros da NYSE (Bolsa de Valores de Nova Iorque), e a Digix Gold, uma criptomoeda ligada ao ouro – um token equivale a um grama do ativo – que se baseia na cadeia de blocos Ethereum.

A lista das moedas estáveis mais populares e fiáveis inclui ainda a Gemini Dollar, a MakerDAO, a USD Coin, a bitUSD (ligada ao dólar americano), a Statis EURO (ligada à moeda europeia) e a Alchemint Stantards (ligada ao dólar de Singapura).

Sommaire

Sois au courant des dernières actus !

Inscris-toi à notre newsletter pour recevoir toute l’actu crypto directement dans ta boîte mail

Envie d’écrire un article ?

Rédigez votre article et soumettez-le à l’équipe coinaute. On prendra le temps de le lire et peut-être même de le publier !

Articles similaires

coinaute

GRÁTIS
BAIXAR